Alcachofra: Um vegetal “obrigatório” para a sua dieta

Alcachofra: Um vegetal “obrigatório” para a sua dieta

A alcachofra é um dos alimentos mais indicados para quem deseja perder peso por conta do seu perfil nutricional. Esse alimento tem um baixo valor calórico e ajuda no processo de digestão. É uma boa fonte de vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C, cobre, cálcio, enxofre, iodo, ferro, fósforo, zinco, potássio, sódio e manganês e fibras.

Atualmente a alcachofra vem sendo super indicada nas dietas. É um alimento rico em uma substância chamada cinarina, componente encontrado nas folhas e sementes da alcachofra que confere seu sabor característico e que estimula tanto a produção de sais biliares pelo fígado como a secreção do mesmo pela vesícula, melhorando o processo digestivo, a absorção de algumas vitaminas e a função hepática.

Além disso, age como fator protetor contra o desenvolvimento de dislipidemia (colesterol alto) e hipertrigliciridemia. Porém, para que a alcachofra se transforme numa aliada para a perda de peso é importante consumi-la da maneira correta e na quantidade certa.

Perfil nutricional da alcachofra

A alcachofra possui uma grande variedade de antioxidantes, que são substâncias que agem contra a ação de radicais livres (substâncias circulantes em nosso organismo que aceleram a morte celular, levando ao envelhecimento precoce e aumentando a chance do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, câncer, entre outras), prevenindo o desenvolvimento dessas doenças crônicas, degenerativas ou ligadas aos processos do envelhecimento.

Os principais antioxidantes presentes na alcachofra são os carotenoides luteína, zeaxantina, betacaroteno, que podem até desenvolver ações preventivas ao câncer de mama ou diminuir as chances de doenças oculares como catarata e degeneração macular.

A alcachofra tem um baixo valor calórico e ajuda no processo da digestão.

A vitamina C é outro antioxidante presente na alcachofra e ela está diretamente ligada à formação de colágeno, manutenção e integridade das paredes capilares e formação dos glóbulos vermelhos do sangue.

Ela também atua no metabolismo de alguns aminoácidos e vitaminas do complexo B e auxilia na facilitação da absorção do ferro, na formação dos dentes e ossos, além de um favorecimento na cicatrização de queimaduras.

A vitamina C age na primeira linha de defesa contra os radicais livres, promovendo resistência a infecções, através da atividade imunológica de algumas células de defesa e do processo de reação inflamatória.

As antocianinas são encontradas nas alcachofras de cor arroxeada e são anticancerígenas. A planta ainda é rica em inulina, substância probiótica que ajuda no desenvolvimento de bactérias “boas” para o intestino, favorecendo o seu funcionamento.

Além disso tudo, a alcachofra também é rica em fibras alimentares. Elas auxiliam na manutenção de uma flora bacteriana intestinal saudável, melhorando o ritmo intestinal, contribuindo para o controle do colesterol e de glicose no sangue (prevenção e controle de diabetes), diminuindo o risco de certos tipos de câncer, como o de cólon.

A alcachofra tem um baixo valor calórico e ajuda no processo da digestão.

Mas é muito importante salientar que a flora bacteriana intestinal está diretamente ligada ao sistema imunológico. Isto significa dizer que um intestino saudável é igual a um sistema imunológico reforçado.

As vitaminas do complexo B presentes na alcachofra agem como fatores de formação de glóbulos vermelhos e são relevantes para a produção do material genético, prevenindo uma má formação fetal. Já a vitamina K auxilia no processo de coagulação de sangue.

A alcachofra oferece minerais como potássio, que regula a pressão do pH sanguíneo e ajuda nos processos digestivos, o manganês que possui uma função de antioxidante e colabora para os processos metabólicos e o fósforo, que ajuda na regeneração de tecido e assegura a saúde dos ossos e dos dentes. Todos esses minerais ajudam no bom funcionamento do sistema imunológico.

A alcachofra tem um baixo valor calórico e ajuda no processo da digestão.

A alcachofra pode ser consumida com a salada ou em forma de chá. Além do seu baixo valor calórico (cerca de 50 kcal por 100 g), as fibras podem auxiliar no processo de emagrecimento, pois aumentam a sensação de saciedade.

Porém, não basta tomar chá ou consumir alcachofra, é importante aliar um estilo saudável baseado em exercícios físicos e também seguindo uma alimentação saudável, para que isso tudo se reverta em uma perda de peso saudável.