Refrigerante aumenta o risco de câncer de endométrio (útero)

Refrigerante aumenta o risco de câncer de endométrio (útero)

Chegou um novo ano e com ele as promessas de novos hábitos. O que você irá fazer (ou deixar de fazer) em 2014? Aí vai nossa dica às mulheres leitoras do site: Pare ou diminua drasticamente o consumo de refrigerantes.

De acordo com um estudo recente da revista Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention, o risco de câncer de endométrio (útero) é de 78% em mulheres que consomem refrigerantes regularmente. No entanto, outros açúcares, tais como os encontrados nos sucos naturais, não se mostraram nocivas.

Maki Inoue – Choi, da Universidade de Minnesota, disse que “vários estudos têm mostrado que o aumento do consumo de refrigerantes açucarados tem correspondido a um aumento da obesidade”.

De acordo com o cientista, as mulheres obesas tem mais tendência a ter níveis mais altos de estrogênio e insulina do que as mulheres que estão em seu peso ideal.

A insulina é um hormônio que regula a forma como o corpo usa o açúcar e também afeta a quantidade de estrogênio que circula no sangue. Segundo Inoue – Choi “altos níveis de estrogênio e insulina são fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de endométrio”. A cada ano, 50.000 americanas são diagnosticadas com a doença.

O estudo foi realizado em 23.000 mulheres que já passaram pela menopausa, época onde o câncer de endométrio é mais comum. Diariamente, seus hábitos alimentares foram avaliados pela equipe, em especial o consumo de refrigerantes, biscoitos, doces e outros alimentos açucarados.

Mulheres consumindo refrigerante

O resultado mostrou que um padrão se repete: as mulheres mais velhas, com mais peso, com menopausa tardia ou com histórico de diabetes tinham um risco maior de desenvolver câncer de endométrio.

Outros fatores indicados pelo estudo revelam que as mulheres que bebem regularmente refrigerantes estavam aumentando o risco de desenvolver o tipo mais comum da doença, o Tipo I.

Em contrapartida, o açúcar existente nos sucos, amidos e outros alimentos com açúcar refinado não demonstraram um aumento no risco.

O estudo, publicado na revista Cancer Epidemiology, também mostrou que as mulheres que bebiam refrigerantes mais açucarados estavam em risco aumentado de desenvolver o câncer endometrial mais comum, o Tipo 1.

No entanto, os cientistas ainda não encontraram a razão pela qual os refrigerantes são tão prejudiciais: pode estar associado aos hábitos das pessoas que consomem muitas bebidas açucaradas ou pelo fato de que, no caso específico dos refrigerantes, o açúcar contido não é acompanhado por fibras ou nutrientes, como por exemplo nos sucos naturais. Veja 10 razões para você abandonar hoje o consumo de refrigerante!

Em suma, a obesidade seria o maior fator de risco para este câncer uterino, sendo responsável por metade dos casos. O tecido adiposo, abundante na obesidade, secreta estrógeno, hormônio que, em excesso, aumenta o risco da doença.

Geralmente, o primeiro sintoma do câncer de endométrio, de acordo com a American Cancer Society, é uma hemorragia intensa. Portanto, caso tenha algum sintoma, consulte rapidamente um médico.