Mirtilo: A fruta campeã na quantidade de antioxidantes

Mirtilo: A fruta campeã na quantidade de antioxidantes

O mirtilo é uma das frutas mais populares de todo o mundo, o que é uma boa notícia, pois eles são um dos frutos mais bem posicionados no ranking dos alimentos mais ricos em antioxidantes, substâncias que ajudam a combater os radicais livres que danificam as estruturas celulares e DNA em nossos corpos. Ao consumir o mirtilo, prefira ele em seu estado bruto, pois isso irá ajudar a preservar as enzimas e compostos em suas bagas.

O mirtilo é o fruto de um arbusto que pertence a família das Ericaceae, cujos outros membros incluem o cranberry e as amoras, bem como a azaleia. Os mirtilos crescem em cachos e variam em tamanho, desde uma pequena ervilha até o tamanho de uma bola de gude.

Eles variam do azul ao marrom e ao roxo-preto, e dispõem de um branco-cinza, que cobre a superfície da baga e serve como uma camada protetora. Uma pele envolve sua carne semitransparente, recobrindo suas sementes minúsculas. Quanto ao seu gosto, o mirtilos cultivado é levemente doce, enquanto que sua versão “selvagem” têm um sabor mais azedo e picante.

O mirtilo combate o envelhecimento

Deixando de lado o fator genético, para o qual não há solução aparente, se considerarmos o efeito dos radicais livres no envelhecimento, o mirtilo pode nos trazer um raio de esperança, pois ele é carregado de antioxidantes, sendo considerado como o número 1 do mundo na quantidade deles.

Isto é devido, principalmente, à presença de antocianina, um pigmento responsável pela cor azul das bagas, e a abundância de vitamina C, que também é um fator que colabora para esta coloração.

O mirtilo é um dos frutos mais bem posicionados no ranking dos alimentos ricos em antioxidantes.

Protege de infecções no trato urinário

A construção de colônias de bactérias, como a b-coli, ao longo do revestimento das paredes internas do trato urinário é responsável por infecções, resultando em inflamações, sensação de queimação durante a passagem da urina e outras complicações.

Para isso, os mirtilos podem ser surpreendentemente benéficos, pois eles possuem um composto formado de grandes moléculas de polímero, que inibem o crescimento de tais bactérias. Elas também contém algumas propriedades antibióticas, que reforçam esse efeito. Até agora, este composto é encontrado apenas nos cranberries e mirtilos.

O mirtilo evita a degeneração macular

Os mirtilos são as melhores alternativas para se evitar a degeneração macular. Eles podem prevenir ou retardar todos os problemas oculares relacionadas à idade, como degeneração macular, catarata, miopia e hipermetropia, secura e infecções, especialmente em relação à retina.

Tudo isso devido às suas propriedades antioxidantes. A degeneração macular é um problema grave quando a retina do olho degenera gradualmente, levando a cegueira parcial.

Não! Certamente não estamos dizendo para você colocar os mirtilos em seus olhos. Em vez disso, você pode apenas comê-los. Os mirtilos contêm um grupo especial de antioxidantes denominados carotenoides (luteína, zeaxantina, etc), flavonoides (como rutina, resveritrol, quercetina, etc), além de outros, tais como a vitamina C, vitamina E e vitamina A, selênio, zinco e de fósforo, que são muito benéficos e essenciais para a saúde ocular.

Função cerebral, memória e doença de Alzheimer

Mais uma vez, as propriedades antioxidantes do mirtilo: A antocianina, o selênio, as vitaminas A, do complexo B, C e E, zinco, sódio, potássio, cobre, magnésio, manganês, fósforo, etc, entre outros, podem prevenir e curar os distúrbios neuróticos, impedindo a degeneração e morte dos neurônios, células do cérebro e também restaurar a saúde do sistema nervoso central.

É difícil acreditar que estas bagas também podem curar problemas graves, como a doença de Alzheimer. Elas podem até regenerar as células cerebrais danificadas e tecidos neuronais e manter sua memória afiada por um longo tempo.

O mirtilo é um anticâncer

O mirtilo pode ser o raio de esperança para os pacientes com câncer, pois ele contêm certos compostos como Pterostilbene (excelente remédio para câncer de cólon e fígado) e ácido elágico, que, em harmonia com a antocianina e outros antioxidantes como a vitamina C e o cobre, pode fazer milagres para prevenir ou curar o câncer.

O mirtilo é um dos frutos mais bem posicionados no ranking dos alimentos ricos em antioxidantes.

Protege das doenças cardíacas

O alto teor de fibras possui a capacidade de dissolver o colesterol ruim, fazendo dos mirtilos um suplemento alimentar ideal para curar muitas doenças cardíacas. O mirtilo também fortalece os músculos cardíacos.

Informações adicionais

• Sempre que possível, consuma os mirtilos frescos.
• O mirtilo também é um excelente antidepressivo.
• Não há efeitos colaterais no consumo de mirtilo.
• Quanto mais profunda a cor das bagas azuis do mirtilo, mais ele é rico em antioxidantes e outros valores medicinais.