Orégano: Muito mais do que um simples tempero de pizza

Orégano: Muito mais do que um simples tempero de pizza

Também conhecido como “manjerona silvestre”, o orégano é um condimento aromático muito utilizado na cozinha europeia e que possui várias propriedades medicinais. Ele pode ser usado para aliviar inflamações na boca e garganta, bem servir como um remédio para problemas digestivos.

Em outros casos, o orégano é aplicado externamente para tratar dores de cabeça, reumatismo e outras dores no corpo, como mordidas e picadas. Como sabemos, balancear a sua dieta com antioxidantes é uma das melhores coisas que você pode fazer.

Além de evitar a queda de cabelo, diminuir as estrias, os antioxidantes combatem as rugas, a acne e retardam o envelhecimento precoce. Sendo um tempero, o orégano pode ser adicionado facilmente a seu almoço ou jantar, fazendo com que seja desnecessária a inclusão do sal nas refeições.

Dessa forma você terá os benefícios do orégano, e não estará sujeito aos malefícios do sal, que, se ingerido demasiadamente, causa pressão alta e até mesmo infarto. No entanto, apesar do orégano passar praticamente despercebido no prato, ele faz um bem danado à saúde.

Benefícios do orégano à saúde

Bastante utilizado nas culinárias italiana, francesa e grega, o orégano ganhou o mundo. Seu poder aromático realça o sabor dos alimentos. Os especialistas apontam seus diversos benefícios. Ele é um estimulante para o estômago, especialmente nos casos de perda do apetite, dificuldade de digestão ou gases.

É também é ótimo para cólicas. Expectorante, ajuda especialmente nos casos de bronquite ou asma. Suas propriedades antissépticas e anti-inflamatórias também são bastante importantes.

O orégano é um condimento aromático muito utilizado na cozinha europeia e que possui várias propriedades medicinais.

O orégano também possui propriedades antimicrobianas, antifúngicas e antioxidantes, auxiliando na prevenção do envelhecimento precoce. Se você quer usufruir de todos esses benefícios, basta incluí-lo à sua dieta. Indica-se ingeri-lo ao longo da vida, com frequência, e sempre o associando a outros vegetais que contenham antioxidantes complementares.

O orégano também atua em outras vias, podendo ser um coadjuvante no tratamento de disbiose intestinal e da candidíase, além de estimular o sistema imunológico. Ele também pode ser utilizado como chá para tratar a tosse, a dor de cabeça de origem nervosa, a irritação e para aliviar enjoos do mar.

Ele também é útil no controle do diabetes. Há estudos que indicam o orégano como um bom alimento para esses pacientes, pois contem ácido rosmarínico, um componente que tem efeito protetor e auxilia o organismo a se defender das complicações do excesso de açúcar no sangue, o que normalmente ocorre em diabéticos. Ele também protege os rins e as artérias.

O orégano pode ser consumido de diversas maneiras, sendo que como óleo tem uma maior concentração dos seus compostos bioativos.

O orégano é um condimento aromático muito utilizado na cozinha europeia e que possui várias propriedades medicinais.

Dizem por aí que o óleo de orégano é um purificador muito potente que fornece muitos benefícios para a saúde humana. Os dois componentes, responsáveis por muitos benefícios do orégano, são o carvacrol e o timol.

Pesquisas recentes demonstram que estes dois compostos podem inibir o crescimento de bactérias, vírus e fungos, que são a principal causa de muitas doenças em seres humanos, já que essas substâncias são de ação antioxidante, anti-inflamatória e estimulante da resposta imune.